A SUA SEGURADORA VAI ENTRAR EM CAMPO

Lusitania Padel Team

Esta é a equipa de Padel Lusitania, composta por cinco jogadores profissionais, dos mais experientes aos promissores, que promete fazer furor esta época.

Esforço, Dedicação e Superação são as palavras que melhor definem estes rostos e a nossa marca. Seguros, dentro e fora de campo, promovemos um estilo de vida ativo para que viva uma vida em pleno.

Acompanhe esta fantástica equipa...

Ana Catarina Nogueira

Jogadora profissional e Treinadora de Padel Portuguesa.
- 10x Campeã Nacional
- Campeã Europeia 2015 
- 3.º Lugar Campeonato Mundo 2018 
- 30.º Lugar Ranking World Padel Tour já foi 6.ª

 

 

Siga a atleta aqui

Catarina Vilela

Jogadora profissional e Treinadora de Padel Portuguesa
- 2.ª melhor jogadora portuguesa (Ranking FPP)
- Campeã Nacional 2021

 

Siga a atleta aqui

Nuno Deus

Jogador profissional de Padel
- 8.º melhor jogador português (Ranking FPP)

 

Siga o atleta aqui

Miguel Deus

Jogador profissional de Padel
- 7.º melhor jogador português (Ranking FPP)
- 222.º Lugar Ranking World Padel Tour

 

Siga o atleta aqui

Afonso Fazendeiro

Jogador profissional e Treinador de Padel
- Licenciado em Ciências do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana
- Atualmente vive e treina em Madrid
- 6.º melhor jogador português (Ranking FPP)
- 166.º Lugar Ranking World Padel Tour

 

Siga o atleta aqui


PADEL. O ténis que não é ténis.

Por volta de 1890, os passageiros de navios ingleses tentaram adaptar a prática de ténis ao espaço a bordo, usando uma área de dimensões menores e protegida por telas. Só em 1924, o Padel passou a ser praticado em terra, quando o norte americano Frank Beal improvisou algumas áreas nos parques municipais de Nova Iorque. Nessa época, este desporto passou a ser chamado de Pádel-ténis.

Enrique Corcuera construiu o primeiro campo de Padel, em 1969, no México e definiu as dimensões e as regras que são utilizadas mundialmente.

Em 1992, nas instalações da Expo de Sevilha foi organizado o primeiro campeonato do mundo com a participação de onze países.

O Padel em Portugal aparece em 2001, vindo de Espanha, mas sem grande desenvolvimento nos primeiros anos. A organização do Campeonato da Europa de 2008, no Clube de Ténis do Estoril, em que Portugal conseguiu atingir o 3º lugar, a sua melhor classificação, impulsionou a prática deste desporto. A partir daí, nascem campos de Padel, um pouco por todo o país, cativando cada vez mais praticantes.

Atualmente, estima-se que haja cerca de 100.000 praticantes ocasionais e regulares e mais de 550 campos espalhados por todo o Portugal Continental e Ilhas.

Como se joga?

O Padel é um desporto de raquete, jogado a pares e utilizando raquetes e bolas próprias. O campo é retangular, totalmente fechado, tem 10 metros de largura por 20 de comprimento e uma rede no meio. Nos topos e em parte das laterais tem uma superfície em vidro ou em alvenaria. A superfície do campo pode variar em relva sintética, alcatifa ou betão poroso.

O diferencial do Padel para outros desportos de raquete é a interação das paredes, uma vez que elas recolocam a bola em jogo, o que dá mais emoção e dinamismo à disputa de um ponto.

É difícil encontrar um desporto de equipa que tenha tantos adeptos de ambos os sexos e com uma abrangência etária tão grande (dos 5/6 anos aos 80) e é muitas vezes jogado em família. A facilidade de aprendizagem é outra das vantagens, sendo possível trocar bolas e disputar pontos desde a primeira experiência.

Para começar é preciso ter raquete, bolas, um parceiro e uma dupla adversária.